1 de outubro de 2016

Resenha: O Conde Enfeitiçado - Os Bridgertons 6

Título: O Conde Enfeitiçado
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 290
Gênero: Romance de época
Sinopse: Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.

Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.

Mas isso foi passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos - a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.

Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la que nenhum homem além dele a fará mais feliz.

No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.


Resenha:



"Depois de uma vida inteira cortejando mulheres, sorrindo maliciosamente enquanto elas corriam atrás dele, permitindo-se ser conquistado apenas para virar o jogo e se tornar o conquistador, acariciando-as, beijando-as e fazendo amor com elas sem jamais entregar-lhes o coração, Michael viu Francesca uma única vez e se apaixonou tão rápida e perdidamente que ficou surpreso por conseguir permanecer de pé". (página 09)



Esse livro foi um dos meus favoritos na série até agora (ainda não li o 7 e o 8).
A história é muito bonita e os personagens intensos e envolventes.

Francesca é linda como todas as mulheres da família Bridgerton, mas não tem a mesma personalidade esfuziante das irmãs, ela é mais recatada, mas dona de um humor inteligente e mordaz.
Ela e John eram um casal perfeito: se amavam muito, eram cúmplices e tinham uma sintonia invejável. Michael era primo/irmão de John, conhecido pela sociedade como o "Devasso Alegre", escondia seu grande amor por Francesca. Tornou-se seu grande amigo e confidente e estava sempre na companhia do casal.



"- Muito bem - disse ela, desistindo por ora. - Então conte algo indecente. Algo que John não aprovaria". (página 24)



Quando John morre, Michael é o próximo na linha de sucessão ao título de Conde Kilmartin. Acostumado a viver a vida como queria, pensando apenas em diversão e prazer, ele se vê perdido: sem o primo que tanto amava, com as responsabilidades do condado e um sentimento esmagador de culpa por desejar a condessa. Ele nunca quis a morte do seu primo e agora sentia-se roubando a sua vida.

Francesca por sua vez, sofrendo a perda do marido, deseja o conforto do amigo, mas o encontra arredio e não consegue entender porque ele a rejeita. Ela sente como se tivesse perdido John e Michael.



"- Você era meu amigo - disse ela, num tom acusatório. - Além de John, você era meu amigo mais próximo, e eu já não o reconheço mais". (página 45)



"Culpa de quê, ele já nem sabia mais ao certo. Parecia vir de tantas fontes, de tantos lugares, que ele não conseguia mais acompanhá-la". (página 45)



Michael resolve ir embora para a Índia e deixar Francesca responsável pelas propriedades. Ele fica lá por quatro anos, até que a saudade de Londres e a pressão por achar uma esposa o fazem voltar.
Após quatro anos Francesca passa a desejar profundamente ser mãe, e para isso precisa largar o luto e encontrar um marido. Ela faz as malas e também volta para Londres, preparando-se para apresentar-se disponível novamente na próxima temporada de bailes.

Parece óbvio o que irá acontecer na história não é? Mas não é bem assim. Muitas coisas acontecem: culpas, conflitos, traumas, encontros e desencontros...
A escritora conduz com maestria o romance, trazendo fatos e doenças da época, inclusive no final da história tem um bônus: "Nota da Autora" e ela esclarece algumas coisas que aconteceram com os personagens, como por exemplo a morte de John, o que aconteceu e como era a medicina na época. Super interessante.

De todos os livros dessa série, para mim esse foi o mais hot disparado, com cenas muito sensuais, picantes e detalhadas. Elas não são muitas e como a coisa entre o casal demora para desenrolar (isso não é uma reclamação, nessa história acho que a demora foi necessária), vão acontecer bem para frente.

Continuo recomendando a leitura da série. É uma leitura leve, divertida, bonita e que flui muito fácil. São livros para descansar e deixar a mente voar longe, daqueles que a gente nem percebe o tempo passar.

16 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. Ja fiz a leitura também e sou até suspeita ao falar, pois amo demais a série e claro, a autora também. Impossível não se envolver com os personagens e uma ambientação tão maravilhosa. Fico feliz que tenha curtido a leitura!
    Boas leituras (sempre <3)!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Adoro essa série! Ainda estou no livro quatro, que até agora é o meu favorito, e estou bastante ansiosa pra chegar nesse pois é uma das sinopses que mais me atrai. Não sabia que esse livro tinha um bônus com notas da autora, acho isso muito legal e útil pois ajuda o leitor a se ambientalizar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei sua visão sobre a série, e sobre o livro em específico. Não sou fã do gênero mas estou a me render de tanto que já ouvi falar bem sobre essa série. É legal saber que tem no meio de um romance de época um lado mais hot nele.
    Beijos, Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá. Não sou fã de época, mas sou apaixonada pelo estilo sarcástico e com um toque de humor negro que a autora tem de escrever. Amo essa série e já li todos os livrinhos, porém embora seja muito pesado afirmar que ela perdeu a mão nesse livro, o que não foi verdade, esse é o que menos gosto. Acho que a Francesca merecia uma história mais bem elaborada e quem sabe não tão corrida. Achei ela um pouco taciturna demais, mesmo sendo forte e ele é meio rabugento kkkk Beijos

    ResponderExcluir
  5. oie, eu gosto dessa série da julia, mas confesso que esse sexto livro foi o que menos gostei por não ter me identificado muito com a personalidade da francesca, achei ela bem chatinha. Que bacana que você gostou. eu já li o sétimo, agora só falta o oitavo e depois o dos segundos epílogos que está vindo pro brasil

    ResponderExcluir
  6. Menina, eu preciso iniciar essa série logo, mas só tenho um livro até agora. rsrs Eu adoro romance de época, e que bom saber que parece ser previsível o que vai acontecer, mas ao mesmo tempo muita coisa acontece. Gosto de leituras que surpreendam.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Eu tenho MUITA vontade de ler essa série, mas, meio que me perdi diante de tantos livros e até hoje não tenho nenhum exemplar (pasmem!). Adoro romances que apesar de previsíveis são bastantes agitados com bastantes acontecimentos.
    Dica de leitura anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Karina,
    Tenho a serie completa em casa, mas li até o quarto volume. A Francesca acho que é uma das personagens que menos aparecem e isso me deixa com o pé atrás. Temos o costume de pensar que todos os livros serão previsíveis e gostei de saber que esse livro apresenta reviravoltas.
    A unica coisa que não me agradou muito foi saber que o livro conta com muitas cenas hots, mas, ok, vou superar isso.
    Espero gostar tanto quanto você.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Já li algumas resenhas desse livro, mas preciso dizer que a sua foi a que me deixou com mais vontade de conhecer essa história. Acho que por ele ser mais quente - e ter essa demora necessária para acontecer - e ter encontros e desencontros, cheio de culpas e outras coisas parecem que tornam o livro perfeito.
    Já fiquei apaixonada por ele antes mesmo de ter lido algum livro da autora :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Eu sou suspeita em falar da Julia Quinn, pois adorei todos os romances publicados pela editora. Impossivel eu não me apaixonar por cada um dos volumes. Para mim, todos foram especiais.
    Bjks!
    Histórias sem fim

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Gosto muito de romances históricos e preciso urgente começar a ler a série.
    Fico feliz que esse foi o seu preferido até agora e estou curiosa para conferir o desenvolvimento desse relacionamento entre o libertino e Francesca.
    Achei interessante saber que esse foi o mais apimentado agora e isso fez minha curiosidade dar pulinhos aqui rsrs

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Sou apaixonada por romances de época, e esses andam dando muito o que falar. Já não me lembro de quantas vezes vi alguma resenha sobre esses livros. Minha curiosidade só faz crescer.
    Mas a minha lista de livros está uma bagunça. Tô cheia de livros para ler, tanto que estou atropelando uma leitura com a outra.
    Mesmo assim, vou ler esse. Pode demorar um pouco, mas vou.
    Adorei a sua resenha. Está perfeita.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem? Quando peguei o livro em mãos e li a sinopse não criei grandes expectativas e me surpreendi. Esse romance de época é realmente recheado de muitas emoções e provavelmente um dos melhores da série. Eu amei a história e os personagens, mas acima de tudo, concordo que a ''demora'' no desenrolar da coisa foi necessário, deixou tudo mais instigante e emocional. Parabéns pela resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi ! A série Os Bridgertons pra mim é a melhor quando se trata de Romances de época. Li quase todos os livros , menos o último e esse foi que resenhado aqui. Comecei o livro e simplesmente morri de tédio. Não consegui terminar. Quem sabe algum dia eu não volte a ler. Abraços
    Umparadoxoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Estava adorando totalmente a resenha e a ideia do livro, inclusive a parte que autora explica sobre a medicina da época. Mas ai você disse sobre esse trechos sensuais e picantes, já perdi todo o interesse, isso está se tornando tão comum:/. Mas não gosto de livros com esse toque "especial"

    ResponderExcluir
  16. Que bom que esse livro se tornou um dos seus preferidos da série, mesmo já sendo o sexto. Normalmente tenho receio de séries longas porque muitas vezes vão se tornando menos interessantes, e é um alívio saber que não é o que acontece com essa. Só tenho um pouco de receio por você considerar esse o mais hot disparado, li o primeiro livro e apesar de odiar cenas hot até que a leitura foi relativamente tranquila, espero conseguir fazer a leitura desse sem problemas quando chegar nele.

    ResponderExcluir