Light Grey Pointer Uma vida Literária : Gosto de como você me para

7 de fevereiro de 2017

Gosto de como você me para


Gosto de como você me para
Te vejo,
ainda de longe
e o resto do mundo não tem mais problema
Eu não me estressei hoje de manhã
Não tive uma briga de família ontem à noite
Nem me lembro do pouquíssimo que recebi
ou de quanto que tenho que pagar
Porque você está ali parado
Olhando o céu,
talvez a árvore
ou só pensando.
Até que me vê,
sinto que o que você sente
e, depois, é só amor
O tempo todo
pra que quiser ver,
pra quem não quiser ver também.
Como disse um amigo nosso
"vocês não têm nada a ver
mas tem tudo a ver"
É, a gente se encaixa
a gente tem tudo a ver
a gente se ama
e eu sou completamente louca em você!

Isa Pasqualini

21 comentários:

  1. Oi!
    Que poema mais amorzinho >.<
    Sinceramente, eu fiquei vendo uma cena em minha cabeça, como se você estivesse dizendo isso a alguém que ama! E logo imaginei alguma cena que já tenha passado por isso também.
    Parabéns, fiquei encantada.

    ResponderExcluir
  2. Oii
    Que declaração!!!
    É muito bom ter um amor assim, envolvente e que se encaixa.
    Bjoo

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Owmm que lindo.
    Adoro tudo o que envolve amor, romance, declaração.
    Amei o post. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiee que texto lindinho, muito gostoso de ler
    adorei poder ver esse seu escrito.
    Espero encontrar mais vezes por aqui.
    Beijoooo

    ResponderExcluir
  5. Oi Isa,
    Muito fofo seu texto! Ainda mais com a foto desse cachorrinho lindo!
    Parabéns!
    Beijos, André
    Garotos Perdidos || Participe do sorteio de 2 livros

    ResponderExcluir
  6. Oi Isa
    Que linda a sua poesia, parabéns!
    Deu pra sentir a doçura desse amor tão singular... viva ao AMOR!!!
    Ahhh já estou seguindo o blog... segue o nosso também para podermos continuar trocando dicas literárias ;)
    Bjokas

    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que fofura nessas linhas.
    O amor expressado de maneira leve, clara, pura e completamente envolvente. Adorei seu texto. Parabéns!
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  8. Oi Isa, tudo bem?

    Que poema lindo, fui lendo cada frase e me identificando, imaginando as cenas que você narrou. É tão bonito quando duas almas conseguem se encontrar e transbordar amor apenas por um olhar. As pessoas não precisam ser cópias umas das outras para se completarem, existem coisas muito mais importante e isto é o mais belo! Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá... tudo bem???
    Que coisa mais linda de se ler... fiquei encantada com as palavras simples, mas bem escritas e ritmadas... dá vontade de recitá-las para alguém bem especial... Xero!

    ResponderExcluir
  10. Olá!!
    Gostei bastante desse poema, está muito lindo. Não tenho muito costume de ler poemas ou poesias, mas as vezes é legal encontrar um post assim todo amor.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Que fofura
    uma declaração de amor bem tocante, parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  12. Poesia não é nada a minha praia, mas amei a foto fofa que você escolheu para a postagem! *-* E realmente o amor tem o poder de nos fazer deixar as coisas ruins de lado para vivê-lo.

    ResponderExcluir
  13. Olá Isa, que poema mais fofo *-* Achei ele delicado e bem sensivel.

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  14. Apaixonada aqui, que lindo.
    Que eu-lirico mais amoroso.
    Quando te vejo o mundo para <3
    Parabéns
    Beijo
    http://qadulta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oie
    que tocante a declaração, muito amor e criativo, parabéns

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi!!
    Que poema fofo, estou encantada com a escrita e a declaração. Em poucas palavras você faz o leitor ficar vidrado, adorei esse poema e espero ler outros.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  17. Oi Isa,
    Que poema mais apaixonante e que foto linda, linda.
    Gostei muito de conhecer ele e fiquei curiosa para conhecer mais escritos seus.
    Espero um dia me sentir assim também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?
    Que poema mais amor esse seu! Adoro poemas e esse foi bem fofo! Você pode postar mais aqui no seu blog, adoraria ler tudo hehe Beijos <3

    ResponderExcluir
  19. olá, tudo bem Isabela?

    Lindo poema...
    tão real...
    e tão vivido...
    Parece que cada cena se forma em minha mente
    Sua sensibilidade me remete até aos detalhes
    Escadas... livros... bancos...
    os relevos das raízes de uma árvore "em vê"...
    Ouço estalos de um abraço...
    Desenhos... portas abertas...
    o ombro molha de alívio...
    o olho sorri...
    outrora, passos desajeitados
    sorriso contido
    e muito mais...
    talvez... nada do que disse faça sentido
    e tem... sem dúvida... um "nada a ver"
    que não faz ideia...



    continue a escrever...
    ... gosto de ler você!

    ResponderExcluir