Light Grey Pointer Uma vida Literária : Resenha: Na Mala do Imigrante

9 de março de 2016

Resenha: Na Mala do Imigrante



Páginas: 156
Editora: Chiado Editora
Autora: Lígia Pereira Boldori 
Sinopse: Um livro sincero e emotivo, cômico e trágico; que de uma forma sem rodeios ou intimidações retrata a realidade das mais diferentes situações vividas por um imigrante.
Composta por capítulos desenvolvidos em pequenas narrativas / episódios; finalizando-se individualmente.
A leitura torna-se assim dinâmica e simplificada,
proporcionando ao leitor mais praticidade e vibração!
A riqueza descritiva; pormenorizada, o fará sentir- se parte integrante da história.
Emoções estarão à flor da pele do leitor; onde as lágrimas, a raiva, o amor, o sentimento de injustiça, compaixão e muitos outros sentimentos, irão tomar conta de si, em cada leitura de cada capítulo/história.
A cronologia da obra desenvolve-se baseada na história de um imigrante,
“…de todos se fazem um e de um fazemos todos ”
Cada acontecimento relata uma parte do processo de imigração: adaptação, adoção, vivência e convivência, que “um e todos” são passíveis de experienciar.
Relato dos possíveis “estágios” vividos; desde a arrumação das malas para a partida - dentre muitas outras aventuras durante sua imigração-, até o dia do seu retorno: a volta para casa.
Mas afinal, será que ele, ela, voltará?
E onde já considera-se casa?
Para saber, basta abrir a mala do emigrante.
As diversidades culturais retratadas ao decorrer das histórias proporcionarão ao leitor a oportunidade do conhecimento de palavras específicas, estrangeirismos, calões, gírias e expressões locais e outras ainda em outros idiomas;
- ora já conhecidas, ora inusitadas –,
das quais, de uma forma didática, estarão numeradas ao longo do texto e explicadas no rodapé, relativo á página da citação, em formato “vocabulário”.
São 202 explicações que lhe somarão conhecimentos!
Basta agora se inteirar e descobrir, o que vai na mala de um emigrante*!
Prepare sua mala e boa leitura! 
Resenha 

" A vida é uma viagem.Na mala, vêm o conteúdo da vida.A escolha do que nela levas, será sempre sua!"

Na Mala do Imigrante é um livro que relata 10 situações vividas por imigrantes, desde o sufoco pra se conseguir passa no balcão da imigração, dificuldades com o idioma, são 10 capítulos cada um com um personagem diferente,mas o livro segue uma cronologia, o primeiro capítulo por exemplo por exemplo se passa com um rapaz que decidiu imigrar, o último com um que está em dúvida se retorna para seu país de origem ou não e entre esses dois capítulos várias outros relatos.
O fato da autora morar fora do Brasil e conhecer bem a realidade do imigrante é nítido, enquanto você realiza a leitura, esse livro foi lançado no inicio de 2015, provavelmente escrito em 2014,mas tenho certeza que a autora não tinha ideia de que o tema desse livro fosse ser torna ainda mais atual, comentado e discutido com a questão dos refugiados da Síria, e de outros países também, esses que enquanto a maioria dos imigrantes coloca em sua mala, a vontade de ter uma vida melhor, esses buscam acima de tudo sobreviver.O livro mostra o que praticamente todos eles vão encontrar, quando chegarem a seus destinos, isso se chegarem, vão enfrentar a dificuldade com o idioma,o preconceito, até mesmo a saudade de casa.Dentre todos esses obstáculos, o preconceito é o pior deles, pois fecha portas, diminuindo assim as chances de se conseguir um emprego, de prosperar, o preconceito é ruim em qualquer situação, como já citei aqui no blog, parece que preconceito ultimamente virou o combustível da sociedade, como a autora bem citou no livro, quando um estrangeiro chega num país, as pessoas daquele lugar já dizem que ela veio roubar os empregos, mas quando chegar um estrangeiro no Brasil principalmente quando ele vem de um lugar mais pobre que o nosso país, as pessoas daqui também tem preconceito, ou seja, quer rodar o mundo e ser bem recebido, mas não sabe receber, não acredito que o motivo seja a crise, ou coisa do tipo, acredito que seja falta de respeito, de amor ao próximo, de se colocar no lugar do outro, pois todo mundo pode vir a se tornar um imigrante um dia.
O que mais gostei nesse livro foi justamente o fato da autora conseguir fazer o leitor refletir, fora que sua escrita é muito boa.Quanto a diagramação não se tem do que reclamar, não encontrei erros de português, no livro são usadas algumas gírias, expressões, mas no rodapé tem todas as traduções, adorei o capítulo interativo, onde o leitor pode escolher o final que queria ler pro capítulo, não lembro de ter lido um livro com esse recurso antes.Recomendo o livro para todo mundo que curte livros do tipo, para quem quer ler um livro diferente e sair da sua zona de conforto, esse é uma ótima dica.

" Deixar na mala apenas o que a deixa feliz, ou o que fará feliz à alguém..."  

16 comentários:

  1. O livro parece incrível, a história em si parece bem reflexiva e um tema antigo e novo na nossa sociedade, que é a imigração.
    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, o livro parece ser muito bom e bem reflexivo e profundo, uma ótima dica de livro, diferente dos habituais
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Olívia.
    Sua resenha mostrou que o livro parece ser muito bom. Eu fiquei bem interessada e vou tentar adquirir ele para conhecer a história.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, adorei a ideia do livro!
    Fiquei bem interessada, quem não quer ir morar fora né? Eu morro de vontade e esse livro com certeza irá esclarecer algumas dúvidas.

    Beijos
    http://conchegodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    gostei muito da ideia do livro e a sua resenha conseguiu demonstrar que o livro parece ser bom. Fiquei interessado, vou pesquisar mais sobre a obra. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da proposta da autora! Eu acho que, como você também colocou em sua resenha, esse tema está bastante atual. É muito importante prepararmos as pessoas para receber os imigrantes de um modo acolhedor. O processo de mudança de cultura é tão violento, especialmente quando os imigrantes vêm por estarem fugindo de situações de guerra, que o país de destino não pode "piorar ainda mais as coisas" simplesmente porque há preconceito. Anotei a dica. Achei legal que a autora tenha experiência no exterior, porque parece que isso deu mais credibilidade à obra.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Em um primeiro momento pensei que fosse um livro bobo e seus conteúdo um apanhado de curiosidades, mas após ler sua resenha percebei que a autora escreveu sobre um assunto de importância social não só para o passado, mas para o presente e futuro também. Como você mesmo destacou esse caos que está acontecendo com os imigrantes na Europa que está mobilizando e dando o que falar ao mundo precisa ser resolvido logo, eles não saíram de suas casas porque quiseram mas porque precisaram.Então esses dois tipos de imigação são diferentes e merecem atenção. Parabéns pela leitura e obrigada por colocar o assunto em discussão aqui. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  8. Ola.
    Sua resenha esta otima e o livro demonstra bastante uma das realidades. Esse e um assunto muito discutido, que nos choca por diversas atitudes alheias. Mesmo sendo interessante nao sei se o leria.
    Abraços

    Blog Clichê Imperial
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. É um assunto bem atual com tudo o que está acontecendo. É uma leitura bem interessante, curiosa até, daria uma chance com certeza se o tivesse aqui em mãos. Quem sabe não o compre mais pra frente.


    bjs

    ResponderExcluir
  10. Fiquei com a impressão de que esse livro é incrível! Estou com muita vontade de conhecê-lo mais de pertinho.

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Já tinha lido uma ou duas resenhas desse livro, e como gosto de histórias realistas e que mexem com a gente, estou bastante curiosa para ler esse livro. Não consigo imaginar o que os imigrantes passam todos os dias, me sinto impotente por não poder fazer nada para ajudar, sabe?
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá, acho que nunca li um livro que retrata sobre esse tema. Parece ser uma história que irá me proporcionar muita reflexão, vou procurá-lo! Obrigada pela dica.

    Beeijos, Erica Regina
    Blog Parado na Estante / Fanpage Parado na Estante

    ResponderExcluir
  13. Eu gosto muito de narrativas que nos fazem sentir e refletir e por tudo o que você escreveu esse é um desses livros,o preconceito a imigrantes está tão atualmente na mídia que o assunto acaba sendo muito relevante e mesmo que sejam histórias diferentes,entendi que são interligadas,é isso mesmo??

    Dica bem legal.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  14. Olívia, que show este livro. Amei!!
    O capítulo interativo, as notas de rodapé, parece tudo tão lindo. Vou querer ler com toda certeza. Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem? Ainda não conhecia o livro, mas gostei muito da premissa. Eu me interesso muito por livro que me fazem refletir e ao ler a sua resenha vi o quanto esse livro tem um conteúdo interessante. Vou tentar ler em breve.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bom?
    A situação do imigrante nunca esteve tão evidente como agora. Gostei do tema do livro porque realmente leva o leitor a uma reflexão. Por que não conseguimos aceitar pessoas de outros países? É estranho esse tipo de atitude e muito mesquinho também.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir