Light Grey Pointer Uma vida Literária

24 de maio de 2017

{Tag} Como Leio?

Oi gente, tudo bem?
No post de hoje eu decidi trazer uma tag super bacana para vocês,  espero que gostem...


1) Como você descobre novos livros para ler?

Geralmente por blogs que sigo, amigos e claro o Skoob...

2) Como você entrou nesse mundo da leitura?


Na verdade nem eu mesma sei muito bem, pois em casa eu sou a unica que tem esse gosto pela leitura... Acredito que tenha começado na escola, onde havia um grande incentivo por parte dos professores.

16 de maio de 2017

{Resenha} Em Busca das Borboletas

Título: Em Busca das Borboletas - Volume I
Autora: Margarida Pizarro
Editora: Chiado
Gênero: Romance
Ano: 2014
Páginas: 444
Maria Mendes, é uma luso-americana apaixonada por moda que decide mudar-se para Nova York em busca dos seus sonhos.
Inseparável das suas melhores amigas Joan e Alicia, Maria vive uma amizade com laços profundos impossíveis de ser quebrados, onde as suas vidas entrelaçam-se em momentos lindos e hilariantes.
O seu mundo aparentemente perfeito e de paz é alterado quando conhece o sexy e irresistível futuro candidato a Mayor, Dale Sloan. Sem conseguirem evitar, apaixonam-se perdidamente vivendo uma intensa história de amor.
Mas as diferenças entre os seus mundos podem ameaçar a sua felicidade, manchando com dúvidas o futuro a dois que eles tanto ansiavam viver. Será que o amor vence todas as barreiras?
Um romance que nos faz entrar, ao mesmo tempo, no mundo mágico da moda e na realidade viciante da política americana.Alegria, drama, ação, suspense, diversão, paixão e muito amor numa história mágica que nos leva a rir e a chorar.

10 de maio de 2017

Livros que quero ler ainda esse ano...

Oi pessoal, tudo bem?
Estamos ainda em março e a minha lista de leituras já deu aquela embolada, o que antes era apenas uma lista de 50 livros para ler, praticamente dobrou de quantidade. E sabe aquela promessa de não participar de nenhum desafio esse ano? Pois é, foi por água a baixo. Mas até que eu estou indo relativamente bem, já consegui cumprir alguns desafios propostos e o meu ritmo de leitura está bem satisfatório. Contudo, algumas metas que me propus cumprir esse ano, já se mostraram um verdadeiro fiasco. Mas como dizia minha mãe, o segredo é não desanimar.
E como eu adoro criar metas, que nem sempre consigo cumprir, no post de hoje eu trouxe para vocês uma listinha de 4 livros que pretendo ler ainda esse semestre. Agora sem enrolação, vamos conhecer os livros escolhidos?

Juntando os Pedaços

Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.





Toda Luz que Não Podemos Ver

Marie-Laure vive em Paris, perto do Museu de História Natural, onde seu pai é o chaveiro responsável por cuidar de milhares de fechaduras. Quando a menina fica cega, aos seis anos, o pai constrói uma maquete em miniatura do bairro onde moram para que ela seja capaz de memorizar os caminhos. Na ocupação nazista em Paris, pai e filha fogem para a cidade de Saint-Malo e levam consigo o que talvez seja o mais valioso tesouro do museu.
Em uma região de minas na Alemanha, o órfão Werner cresce com a irmã mais nova, encantado pelo rádio que certo dia encontram em uma pilha de lixo. Com a prática, acaba se tornando especialista no aparelho, talento que lhe vale uma vaga em uma escola nazista e, logo depois, uma missão especial: descobrir a fonte das transmissões de rádio responsáveis pela chegada dos Aliados na Normandia. Cada vez mais consciente dos custos humanos de seu trabalho, o rapaz é enviado então para Saint-Malo, onde seu caminho cruza o de Marie-Laure, enquanto ambos tentam sobreviver à Segunda Guerra Mundial.
Uma história arrebatadora contada de forma fascinante. Com incrível habilidade para combinar lirismo e uma observação atenta dos horrores da guerra, o premiado autor Anthony Doerr constrói, em Toda luz que não podemos ver, um tocante romance sobre o que há além do mundo visível.

The Beauty of Darkness

A trilogia Crônicas de Amor e Ódio chega ao fim de maneira arrasadora. A história de Lia inspirou muitos leitores a embarcarem em uma jornada extraordinária repleta de ação, romance, mistérios e autoconhecimento, em um universo deslumbrante criado pela premiada escritora Mary E. Pearson, onde o poder feminino é a força motriz capaz de mudar e fazer toda a diferença no novo mundo em construção.
Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder. 
Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher.

A Lua de Mel

Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas. 

6 de maio de 2017

Resenha: Um Mais Um


Autora: Jojo Moyes
Ano: 2015
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐
Sinopse: Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou.
Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno gênio da matemática, tem outro problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá?Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de praia por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança. Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio.Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário.

1 de maio de 2017

Resenha: A Garota no Trem

Livro: A Garota no Trem
Autora: Paula Hawkins 
Editora: Record
Páginas: 378
Sinopse: Todas as manhãs, Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas.
Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes a quem chama de Jess e Jason, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes do trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess, na verdade Megan, está desaparecida.
Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.
Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A Garota no Trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

Top Comentarista de Maio e resultado do top comentarista de Abril

Oi gente, tudo bem?
Finalmente o mês de Maio chegou!!! E com ele o aniversário de dois anos do blog... Isso mesmo gente, faz dois aninhos que eu escrevo aqui para vocês. Como o tempo passa rápido né!?
Bom, pensando nisso e no sucesso que foi o top comentarista do mês de Abril, esse mês eu trago para vocês um novo top comentarista, só que agora o ganhador pode levar 3 livros para casa, e ele poderá escolher entre o kit 1 e o kit 2. Bacana né? 
Mas antes que eu apresente para vocês os kits desse mês, deixa eu apresentar a ganhadora do mês passado.


Parabéns Ludyanne Carvalho!!! Você terá 48hs para entrar em contato com o blog, enviando seus dados para o email alinelilhy@gmail.com

Agora vamos lá conhecer os kits desse mês de Maio e as regrinhas para participar do top comentarista...



Regras:

1.  Residir em território nacional

2.  Seguir o blog Uma Vida Literária em modo publico

3.  Preencher o formulário presente nesse post para validar sua participação (importante preencher tudo de forma correta)

4.  Serão validos comentários do dia 01/05 à 30/05 (exceto posts de promoção)

5.  Comentar em todos os posts _ ou no maior número de posts possível _ neste período. Os comentários devem ser coerentes, para indicar que você realmente leu o post (apenas um comentário por post será validado).


Como funciona:

1.  Será feita uma contagem dos comentários validos de cada participante, ao fim do mês.

2.  Aquele que tiver mais comentários vence o top comentarista

3.  Caso haja empate, será feito sorteio e o vencedor terá até 48 horas para entrar em contato com o blog

4.  O envio do livro será feito em até 60 dias após o resultado

5.  O blog não se responsabiliza pelo extravio do livro e nem por danos causados pelo correio

27 de abril de 2017

Li até a página 100: À Procura de Audrey

Livro: À Procura de Audrey
Autora: Sophie Kinsella

1. Primeira frase da página 100?

“Ela suspende o rosto das anotações, lançando-me aquele seu olhar agradável e calmo.”

2. Do que se trata o livro?

O livro conta a história de Audrey, uma adolescente de 14 anos que levava uma vida normal, até passar a ser vítima de bullying na escola. Com o passar do tempo ela vai perdendo a vontade de sair de casa, e cada vez mais ela vai se trancando dentro de si mesma e se escondendo atrás de um par de óculos escuros. Até que um dia ela conhece Linus, amigo do seu irmão mais velho, e encontra nele e no amor a força que precisava para finalmente se reencontrar.

23 de abril de 2017

Resenha: A Menina dos Olhos Molhados

Título: A Menina dos Olhos Molhados
Autora: Marina Carvalho
Editora: Globo Alt
Páginas: 296
Sinopse: Bernardo é jornalista por vocação: curiosos, comprometido e muito bom com as palavras. Trabalha a anos em um importante jornal da cidade e suas matérias investigativas são sempre elogiadas. Ele só tem uma limitação... Odeia trabalhar em equipe. Há alguns anos, Bernardo sofreu uma grande decepção amorosa, o que contribuiu para seu jeito fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela _ a nova estagiaria do jornal _ para todos os lugares é como um inferno para ele. Bernardo não perde nenhuma oportunidade de evitá-la, mas Rafa, além de ser uma jornalista extremamente talentosa, não engole desaforo. Com o passar dos dias, Bernardo percebe que não conseguirá seguir seu plano de ignorar a estagiaria, muito menos todos os sentimentos que ela desperta nele. Entre reportagens intrigantes e perigosas, eles vão descobrir que têm muito mais em comum do que a imensa paixão pelo jornalismo.

Resenha:

"É a segunda vez na vida que encontro uma garota com esse tipo de olhar."

Em A Menina dos Olhos Molhados nos somos apresentados a mesma história do livro Azul da Cor do Mar, porém agora a trama será narrada por Bernardo.
Bernardo é um jornalista investigativo de um dos maiores jornais de Minas Gerais, o Folha de Minas, e acaba de receber a missão de ser mentor de uma estagiaria incrivelmente atrapalhada, a Rafaela. Se por um lado temos um jornalista conceituado, dedicado a profissão e sem paciência nenhuma para ser “babá” de uma estagiaria com pose de patricinha e totalmente propensa a acidentes. Do outro, nos temos Rafaela, cabeça dura, com respostas afiadas na ponta da língua e disposta a tudo para mostrar todo o seu valor dentro da profissão que escolheu. Pronto ta aí a formula da bomba atômica.

"As pessoas costumam me achar frio porque, em nome da notícia, não temo encarar situação alguma. Mas só eu sei como me abala constatar que crianças, que deveriam estar na escola ou jogando videogame com os amigos, são usadas pelo tráfico sem que ninguém possa fazer nada a respeito."
Bom, preciso deixar claro que o livro é muito mais do que um simples romance. Durante toda a historia podemos acompanhar o dia-a-dia de nossos personagens dentro do jornal, e até mesmo algumas referencias a crimes que tiveram grande repercussão por todo país. Outro ponto que gostei bastante foi que a autora nos apresentou um pouco do passado do protagonista, que além de garantir que a trama não fique com aquele gosto de mais do mesmo, afinal de contas se trata do mesmo enredo narrado por personagens diferentes, ela acaba também nos permitindo entender o porquê de Bernardo ter se tornado uma pessoa de certa forma fria e que insiste em fugir dos seus próprios sentimentos...
Apesar da atração evidente entre os personagens desde o inicio do livro, o romance entre eles acontece de forma sutil, o que para mim foi bem bacana, apesar do envolvimento entre os dois não me convencer muito. Bernardo é por diversas vezes grosso com a Rafa, e por mais que eu entenda o lado dele e a necessidade que ele sente de deixar seus sentimentos escondidos, e até mesmo não conseguir entender o que ele próprio esta sentindo, eu não consegui ver paixão, na verdade eu achei bem difícil ver a Rafa apaixonada por ele, já que a menina era por diversas vezes oprimida pelo rapaz.

"Mas, acima de tudo, quero, como jornalista, apresentar a realidade tal como ela é, para que a sociedade - quem sabe? - resolva tomar partido e pare de encontrar desculpas para não se envolver."
Algo que acabou me irritando um pouco foi à quantidade infinita de vezes que os personagens acabam discutindo ao longo da trama, tornando o livro em alguns momentos cansativo de acompanhar. E foi exatamente isso que acabou prejudicando o romance entre os dois na minha humilde opinião, já que eles não desenvolvem uma relação de amizade nem mesmo dentro do trabalho, já que em 80% do livro Bernardo tá mais preocupado em ser um completo ogro sem noção.
O ponto alto do livro é sem dúvida o ambiente de trabalho dos personagens, dá pra sentir que a autora se dedicou fazendo uma pesquisa sobre o jornalismo investigativo, e até mesmo na hora de relacionar alguns crimes do livro com crimes que de fato ocorreu, ainda que ela tenha mudado alguns detalhes ao citá-los.
O final do livro eu achei bem previsível, o que não chega a ser um ponto negativo, só acredito que de repente a autora poderia ter explorado um pouco melhor o final, e quem sabe surpreender sem sair do clichê.
A trama do livro é agradável, o que acaba funcionando bem pra quem quer uma leitura leve, engraçada e com um toque sutil de drama. Enfim, impossível não recomendar.

"Como o ser humano me decepciona ás vezes! A palavra "confiança" esta ficando cada vez mais rara, e isso é muito triste, Será que o tal "amor verdadeiro" é agora artigo em extinção."

18 de abril de 2017

Taylor Swift Book Tag

Oi gente, tudo bem?
Hoje eu trouxe uma tag super bacana que vi no blog Estante de Sorrisos, a tag chama Taylor Book Tag e, como eu adoro a Taylor é claro que eu não poderia deixar de responder né. A tag foi criada pelo canal The Book Life e consiste em 12 musicas cada uma com uma categoria diferente para que você possa encaixar o livro. Bom, vamos lá. Espero que gostem;)




We Are Never Ever Getting Back Together: escolha uma série ou um livro que você estava amando, mas depois decidiu “terminar” com ela.


Eu até queria ter uma resposta diferente para essa pergunta, mas após terminar o que espero ser definitivamente o último livro da série A Seleção fica impossível encontrar um livro que se encaixe melhor na categoria. A autora se perdeu totalmente na revolução que o livro deveria ser uma distopia, acabou se tornando um simples romance,  que foi perdendo cada vez mais sua essência a cada livro lançado.





10 de abril de 2017

Resenha: Entre o Agora e o SempreSempre

Livro: Entre o Agora e o Sempre
Autora: J. A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
Páginas: 304
Sinopse: Camryn Bennett e Andrew Parrish nunca foram tão felizes. Cinco meses depois de se conhecerem num ônibus interestadual, os dois estão noivos e prestes a ter um bebê. Nervosa, mas empolgada, Camryn mal pode esperar para viver o resto de sua vida com Andrew, o homem eu ela sabe que vai ama-la para sempre. O futuro só lhes reserva felicidade... até que uma tragédia os surpreende. Andrew não consegue entender como algo tão terrivelmente triste pôde acontecer. Ele tenta superar o trauma _ e acredita de Camryn esteja fazendo o mesmo. Mas quando descobre que Cam busca sufocar sua dor imensa de uma forma perigosa, fara de tudo para salvá-la. Determinado a provar que o amor dos dois é indestrutível, Andrew decide levar Camryn numa nova jornada carregada de esperança e paixão.